Blargh!

Rafa fez um bate-e-volta para MG hoje e chegou em casa depois que o Matias já tinha dormido. Na hora de fazê-lo dormir, eu estava sem posição e sentei na caminha dele e encostei na parede, onde eu sempre dava mamá para ele. Ele me viu ali e, na mesma hora, pediu para mamar.

Eu fiquei surpresa com a memória dele. Perguntei se ele queria mesmo, ele levantou e veio em minha direção dizendo “sim”. Aí, eu abaixei a camisola e, na hora que ele viu o seio ele falou “bláááá”, totalmente sem graça. Ficou um tempão meio desconcertado, e eu fingi que não tinha acontecido nada e que estava tudo bem.

Pérolas

Coração para Bia

Estava dando banho em Matias e ele super feliz desenhando nas paredes do box do banheiro com o giz de cera próprio para isso. Até que ele se concentrou e fez dois desenhos pequenininhos com a cor roxa, virou para mim e disse: “olha, a Bia!”. Eu perguntei “a Bia da sua escola ou a Bia sua irmã?” e ele respondeu “Bia minha irmã”. Voltou para o desenho empolgado e falou: “e um coração para Bia”.

Eu disse que ele era muito carinhoso e perguntei se eu podia dar um beijinho na bochecha dele. Ele disse que sim, virou a bochechinha e dei o beijo. Ele imediatamente veio até a minha bochecha e me deu um beijinho também.

Tem hora para tudo

Matias levou um avião de brinquedo para escola ontem (mesmo não sendo o dia do brinquedo). À noite, enquanto jantávamos, perguntei se ele tinha brincado com o avião e ele respondeu “não, porque a tia Dani guardou”. Na hora fiquei meio brava pensando “poxa, deixa o menino brincar, mesmo não sendo dia do brinquedo, ele gosta tanto de avião”. Aí perguntei a ele por que ela tinha guardado, e ele respondeu, com aquela carinha de é-óbvio-mãe, “porque não era hora de brinquedo”. Ponto para tia Dani.

Dedurando

Antes de dormir, estava colocando a meia nele e ele me contou que a tia Ludi tinha colocado o tênis dele no Daniel. Aí eu perguntei se os tenis eram iguais, e ele respondeu “não, é diferente”. Aí eu perguntei qual era a cor do tênis do Daniel e ele respondeu “preto. E o meu é…” eu completei “de velcro?” e ele “não, como fala?” e aí eu entendi que ele queria falar “cinza”, mas tinha esquecido. Achei lindinho ele perguntar :-)

Amor de irmão

– Vou dar mão para ela, ensinar a dançar o babyshark no patio.

– É mesmo filho? Que legal, ela vai gostar. E você sabia que a Bia vai dormir ali do outro lado da cama?

– Não, ela vai dormir do meu ladinho.

– A Bia vai poder descer no escorregador novo da sua escola?

– Sim.

– Porque ela é criança, né?

– Não, ela é neném.

– E ela vai poder brincar de pega-pega com você. Mas só depois que ela crescer um pouquinho, porque quando ela nascer, ela vai chorar.

– Ela não vai chorar, porque eu vou dar papá para ela.

Organizado

Toda noite, depois do banho, Matias tem juntado os brinquedos dentro do potinho que já fica no box do banheiro e colocado num cantinho. Ele guarda mesmo, de verdade, sem ninguém pedir. E não é só isso: ele pega o frasco de sabonete líquido e coloca no cantinho também, ao lado do potinho. Muito organizado esse menino…

Salungo

Sábado tínhamos um junta-pratos de família para ir e Rafa precisou trabalhar a manhã toda fora de casa, o que significa que eu fiz uma macarronada para 8 pessoas com Matias sassaricando no meu pé.

Precisava cortar um pedaço de presunto em pedaços pequenininhos (para ficar bem gostoso), então puxei uma cadeira, coloquei ele em pé pertinho de mim e fui cortar o presunto. Quando ele viu, disse “eu quero”. Eu perguntei “como é o nome disso?” e ele me olhou com uma cara de “ixi!”, pensou e respondeu “sa… salungo?”, meio hesitante. hahahaha

As últimas

Velantar: levantar

Helipopótamo: hipopótamo

Pacacete: capacete

Itóia: livrinho de história

  • Conta até 10 certinho, às vezes até 20.
  • Tem feito perguntas: “Isso é seu?”, “Esse é de carregar?”
  • Parece estar um pouco assustado com barulhos inesperados, principalmente latidos de cachorros.
  • Quando está entediado ou tentando fugir de alguma tarefa, começa a dizer “Vou procurar uma coisa”.
  • Não mama nem pede para mamar há mais de 72h.
  • Canta a música da Chapeuzinho Vermelho (“pela estrada afooora, eu vooou bem soziiinha…”), direitinho e inteirinha.
  • Tem falado com uma entonação encantadora. Vontade de filmar ele 24h para nunca esquecer a mãozinha e os sons.

Auto-estima e elogio

Esses dias Rafael penteou o cabelo do Matias antes de ele ir para escolinha. Ele olhou para o pai e disse: “Eu tá gatão!”.

Hoje estávamos no shopping com vovô Cláudio e vovó Margarida. Mamãe se ausentou por um momento (acho que foi ao banheiro) e voltou com o cabelo preso (antes estava solto) num rabo de cavalo, com um elástico imitando um lacinho. Assim que ela chegou e Matias viu o lacinho, ele soltou um “Você tá linda!”.